Investimentos

INVESTIMENTO IMOBILIÁRIONão queremos aqui esgotar o tema cientificamente com técnicas apuradas ou teorias consagradas de grandes investidores, tão pouco explorar todas as formas de investimentos praticadas, testadas ou teorizadas por muitos, mas queremos apenas apresentar os principais princípios que estão presentes ao ato de investir.

Quem nunca pensou no ato da semeadora, principal fonte de razão do ato de investir, para semear precisamos investir um determinado bem ou vários deles para que possamos colher outro, muito mais apurado e valioso que os primeiros.

Para que possamos colher precisamos antes disso, semear, regar, gastar nosso tempo, para que a longo e médio prazo possamos colher o bem desejado.

Parece uma anedota de primário, porém os conceitos estão todos presentes, ou seja um investidor precisa se desfazer de alguns de seus bens para que possa transformar esse seu sacrifício em benesses um pouco mais à frente.

Esse simples ato de investir requer, portanto ações complexas de escolha, desprendimento, paciência, incertezas e fé. A grande parte da população não possui o hábito de praticar tais ações, em especial, planejamento financeiro, isto é, administrar as próprias despesas e receitas para que sobre dinheiro. Acabam deixando essa questão importantíssima de lado.

Contudo, orientados de forma adequada, todos somos capazes de cuidarmos bem do nosso dinheiro, não importa se somos investidores ou não.

Aliás, ser investidor não significa dispor de milhões de reais e comprar ações, dólar ou fundos sofisticados restritos a um grupo seleto.

Basta economizar um pouco no final do mês que já dá para começar.

Porém, psicólogos e neurologistas nos ensinam que muitas pessoas ficam amarradas na inércia do dia a dia de tal maneira que não conseguem dar o primeiro passo para se tornarem ricas.

Um medo maluco de ser diferente e ter sucesso impede essas pessoas de progredirem.

Existe até um nome científico para isso: “Complexo de Jonas”, que remete ao personagem bíblico que tentou escapar de seu destino excepcional, indo parar na barriga de uma enorme baleia.

Se formos falar em termos técnicos para ser um investidor precisamos possuir o seguinte:

Parcimônia, para economizar mais sem perder dinheiro com gastos desnecessários;
Retorno, para turbinar os investimentos com a mágica dos juros compostos;
Renda, para ganhar mais dinheiro e aumentar sua capacidade de investimento;
Habilidade financeiramente valiosa, para potencializar a renda com trabalhos que gerem valor;
Aversão a risco, para jamais perder dinheiro pelo caminho;
Tempo, para que todas as virtudes anteriores se combinem da melhor forma possível para multiplicar o patrimônio; e
Conhecimento, para colocar em prática um projeto efetivo de construção de riqueza tendo plena consciência do valor de cada virtude.

De um modo geral, são características bastante simples, mas, ao mesmo tempo, fundamentais para quem deseja enriquecer e viver melhor!

Você deve estar se perguntando, como posso investir, se possuir boa parte destas características apresentadas?

Bem, a primeira e mais fácil forma de investir é se desprender do bem e investir em juros simples (poupança) por exemplo. Bom! Dependendo de suas características, talvez seja o melhor para você, ao menos está tentando melhorar e pensar em um futuro melhor!

Porém existem muitas outras opções de investimentos, como investir na bolsa de valores, no mercado de ações, de câmbio, de juros, compostos, imobiliário, investimento esportivo, enfim, tudo é válido, o que não vale é não fazer nada, se esse for seu caminho nunca irá progredir e seu destino estará casado com a mediocridade.

Quer ficar ainda mais por dentro de uma modalidade de investimento que está entre as preferidas dos brasileiros? Que é investir em imóveis! Consulte imóveis com requinte com um corretor de imóveis.

A festa dos juros altíssimos está com os dias contados.

Após um longo período de juro alto sendo usado como tentativa de controlar a inflação, a tendência agora começa a se inverter.

Suponha que você financie um imóvel de R$ 200 mil em 30 anos, com R$ 40 mil de entrada.

Se utilizarmos (apenas como exemplo) a taxa de juros atual, de 14,25%:

– O preço final do seu imóvel será de R$ 655 mil;

– Você terá pago R$ 495 mil de juros.

Já com uma taxa de juros menor (9%), os números mudam bastante:

– O preço final do seu imóvel será de R$ 449 mil;

– Você terá pago R$ 289 mil de juros.

Ainda é bastante, mas bem menos que os R$ 495 mil anteriores.

Você sentirá essa diferença de forma ainda mais evidente na parcela mensal, que cairá de R$ 1.820 para R$ 1.247….

Um pagamento de R$ 573 a menos por mês.

E repare na diferença entre o preço dos financiamentos:

Cai de R$ 655 mil para R$ 449 mil = R$ 206 mil a menos

Isto é, com a diferença, você poderia comprar o apartamento e ainda um carro de luxo.

Para quem tem dívidas ou está prestes a assumir algum compromisso, essa redução na taxa de juros facilitaria bastante o equilíbrio das contas ou a realização de um sonho.

Esse sonho poderia inclusive ser antecipado.

Só como exemplo de investimento em imóvel com retorno certo confira o empreendimento UNIQUE JUNDIAÍ, e aproveite os benefícios que esse tipo de imóvel na planta pode proporcionar no futuro.

Por isso invista! Aproveite o momento e tenha uma vida melhor no futuro!

<Assista um vídeo sobre investimentos esportivo abaixo:

 <Maiores informações sobre fontes de investimento entre em contato conosco AQUI.